Nome da Piada : PODELA
Autor: edigarfilho Hits: 90816 Votos: 10394 Média:
Vote na Piada

Tinha um mineiro lá prás bandas de Barbacena que tinha
uma birosquinha, que ganhou fama nacional e
internacional, pois tudo o que você queria, você
encontrava na danada da birosca.
De queijo, passando por lingüiça e torresmo, até peças
para BMW, Ferrari e Boeing 737. Era incrível!!! Aí, o carioca ficou sabendo da birosca e entrou numa
de sacanear com o mineiro. Embarcou então prá Minas e
se dirigiu a birosca. Ocorreu então a seguinte
conversa: CARIOCA: Ei meu chapa, ouvi dizer que nesta birosca
tem de tudo! MINEIRO: pois é, tem umas coizinhas sim sinhô... CARIOCA: tem PODELA? MINEIRO (meio assustado): hoje eu num tenho não, mas
se o sinhô passá aqui
amanhã, eu vou tê. CARIOCA: Legal, então amanhã eu passo aqui. E o Carioca saiu fora deixando o Mineiro encafifado.
Podela, podela, podela, que trem é esse sô?
E o Mineiro fechou a birosca e desandou a andar e
perguntar se alguém sabia o que era PODELA. E ninguém
sabia. Com medo que sua birosca perdesse a fama, o
Mineiro desesperado foi para casa, encheu a cara,
bateu uma tremenda feijoada, de quebra mandou uns
chouriços, fechando com uma bela sobremesa de doce de
batata-doce. Acordou de madrugada, deu aquela cagada, chamou sua
mulher e mandou que ela colocasse a merda no forno bem
quente. Após algumas horas, tirou do forno e mandou a
mulher moer. Já amanhecendo o dia pegou o pacote e foi
para a birosca. Lá pelas tantas chegou o Carioca.
Ocorreu então a seguinte conversa: CARIOCA: e aí mineiro, a minha encomenda? MINEIRO: tá aqui, o Sr. dê uma provada. CARIOCA (cabreiríssimo): tá legal, me dá aí. MINEIRO: toma. CARIOCA (puto da vida): pô meu irmão, isto aqui é
merda. MINEIRO: né não sô! É o PÓ DELA.


Envie Sua Piada | Contato | Política de Privacidade | Todos os Direitos Reservados. Copyright © 2008. Você pode copiar os textos de piadas e utilizá-los nos seus sites / blogs / listas de discussão desde que divulgue o endereço de onde os textos de foram retirados: www.fontedoriso.com.br.